Por do sol e águas cristalinas

Santorini

A Grécia fica na ponta sul da Península dos Balcãs. Uma parte do país é formada por um grande arquipélago, que se estende pelos mares Adriático, Jônico, Mediterrâneo e Egeu. São mais de 2 mil ilhas, das quais apenas 100 são permanentemente habitadas.

O país fica numa grande encruzilhada cultural entre o Ocidente e o Oriente. A Grécia moderna é um país jovem, data de 1830. A renda do país é, em boa parte, mantida pelo turismo e as ilhas são as grandes atrações. Possuem uma história rica e muitas relíquias arqueológicas.

As ilhas estão divididas em vários arquipélagos e sub-regiões. Santorini fica no arquipélago das Ilhas Cíclades. É a mais charmosa das Ilhas Gregas. Uma ilha vulcânica e montanhosa que foi totalmente destruída numa erupção espetacular em 1450 a.c., ficou resumida a uma meia-lua, que corresponde à borda da cratera vulcânica.

Nessa região sul do Mar Egeu existem muitos vulcões. Santorini é um desses. A erupção explodiu e dividiu a ilha ao meio. Ainda hoje, algumas das ilhas de Santorini são vulcões ativos.

Santorini
Santorini

As vilas das ilhas Cíclades são lindas, recheadas de casas brancas. Em Santorini ficam penduradas nas encostas e nos penhascos vulcânicos.

Firá é a capital, fica debruçada sobre o mar, voltada para a cratera vulcânica. A cidade é charmosa, possui várias igrejas com domos arredondados e pintados de azul.

Muitos dos terraços das casas foram transformados em hotéis, bares e restaurantes, com localização privilegiada. Daí se tem belas vistas do conjunto de Santorini.

Lá embaixo do penhasco está o pequeno porto de Skala Firá, ligado a Firá por um teleférico. O acesso também pode ser feito a pé ou por mulas. São centenas e não é uma boa opção, a não ser que você queira viver algumas emoções, afinal, elas se chocam umas nas outras e você fica com a sensação de que será atropelado a qualquer momento.

A rua mais movimentada de Firá é Angíou Miná, passa pela borda da cratera e leva à igreja do mesmo nome, que é o símbolo maior da ilha. A igreja de Angíou Miná foi construída no século XVIII, possui um campanário branco, com domo azul.

Um labirinto de ruelas e ladeiras compõem o conjunto de Santorini. A ilha vive fundamentalmente do turismo e é um dos locais mais visitados no conjunto das Ilhas Gregas.

Quando ir

O Mar Egeu fica agitado durante o inverno e as viagens de ferry-boat podem ser desagradáveis. Como alguns deslocamentos serão feitos por mar, o ideal é fugir dessa época, portanto, o melhor período para visitar a ilha é de abril a novembro. Lembre-se de que o verão é muito quente na borda do Mediterrâneo e também pode trazer um certo desconforto.

Como chegar

VOOS

A melhor opção para chegar a Santorini é de avião, voando a partir de Atenas, a capital da Grécia. Não existem voos diretos do Brasil para Atenas, é necessário fazer uma conexão em alguma grande cidade europeia. Chegar a Santorini exige planejamento. Um voo para Atenas, com conexão, e um outro para a ilha. Não é necessário visto nem certificado de vacinas para quem vai à Grécia, mas o passaporte precisa ter validade mínima de seis meses da data de retorno da viagem. Na checagem da imigração, às vezes é necessário apresentar passagem de volta, comprovante de recursos financeiros e seguro de saúde.

Hotéis em Santorini

As melhores regiões para se hospedar em Santorini são Fira e Oia. Ambas possuem boa estrutura para os turistas, com diversos hotéis e restaurantes, além de uma linda vista para a Caldeira.

Dicas de viagem

Como circular:

a melhor maneira de circular por Firá é a pé. A pequena vila fica no alto do penhasco e pode ser percorrida com facilidade. Para chegar ao porto de Skala Firá, você pode usar o teleférico, descer caminhando ou se arriscar no lombo de burros.

Trajeto Atenas-Santorini:

algumas companhias de navios e ferry-boats fazem o trajeto Atenas-Santorini. É uma viagem longa e demorada, pois são 185 milhas até lá. Os barcos de transporte regular fazem paradas em outras ilhas antes de chegar ao destino final. O ideal para quem vai às ilhas gregas é fazer um planejamento completo que envolva várias ilhas. Dessa forma você pode ir de barco parando de ilha em ilha e desfrutando desses paraísos. Existem os high speed ferries, de alta velocidade, que fazem os percursos pela metade do tempo dos normais, são bastante confortáveis e luxuosos.

Cruzeiros:

outra opção interessante para conhecer várias das ilhas gregas é através dos cruzeiros que circulam pelo Mediterrâneo. Algumas companhias fazem circuitos contínuos entre Grécia e Turquia. Quase todos passam por Santorini. Os cruzeiros maiores saem de Veneza ou Roma e chegam até a cidade.

Outros destinos

  • Atenas

    Atenas

Atenas é a capital e principal cidade da Grécia. Mesmo para aqueles que têm nas Ilhas Gregas o seu destino principal, passar por Atenas no início ou no final da viagem é uma obrigação.

  • Istambul

    Istambul

Capital de impérios como o Bizantino e o Otomano, única cidade do planeta enraizada em dois continentes (Europa e Ásia)

  • Roma

    Roma

Quem visita Roma faz uma verdadeira viagem no tempo pelas ruínas da cidade que possui vestígios históricos de mais de 10.000 anos.

  • Veneza

    Veneza

Veneza é a mais enigmática das cidades italianas e umas das mais impressionantes do mundo.

Compartilhe essa página com os amigos: