Melhores Destinos Smiles: Pisa, imperdível cidade da Toscana

Pisa, a cidade da torre inclinada

A Toscana é a mais desejada das regiões italianas. A riqueza histórica, o fato de ter sido o berço do Renascimento Cultural e a paisagem ondulada, onde são produzidos alguns dos melhores vinhos do mundo, são os ingredientes desse atrativo especial.

Pisa, localizada próxima ao estuário do Rio Arno, dominou o Mediterrâneo ocidental, com uma grande frota armada até o século XIII. Concentrava uma ampla área comercial que ia da Espanha até o norte da África, adquiriu dos árabes uma forte influência científica e artística, fundamental para a revolução cultural que viria a seguir. Essa época áurea de Pisa está representada pelos magníficos edifícios que possui, sobretudo na Praça do Duomo.

A cidade perdeu a hegemonia comercial para Gênova, a partir do século XIII, em função do assoreamento do estuário do Rio Arno e mais tarde se subordinou a Florença.

A maior crise de Pisa, porém, veio com a Segunda Guerra Mundial, quando a cidade foi bastante destruída pelo bombardeio dos aliados, mas restou intacta a Praça do Duomo, conhecida como Campo dos Milagres, o maior tesouro de Pisa. A praça é formada por três edifícios maravilhosos. O Duomo, o Batistério e a Torre do Campanário, a famosa Torre Inclinada de Pisa.
 

O Duomo de Pisa é um dos mais belos edifícios em estilo românico da Itália. A sua construção foi iniciada por Buscheto, em 1064, cujo túmulo está no interior da Catedral. A fachada se destaca com fileiras de colunas e arcadas falsas. A maior atração da cidade é a belíssima Torre de Pisa, uma obra de arte erguida em mármore branco e famosa pelo inusitado de se apresentar, hoje, inclinada. A torre foi construída a partir de 1173, sobre um terrenos arenoso. Em função de uma fundação rasa, começou a inclinar ainda em construção. Apesar disso a construção prosseguiu e ela somente foi concluída em 1350.

Durante alguns anos, a visitação à Torre foi proibida por causa da sua inclinação, que chegou em 1995 a 5,4 metros e a 5,5 graus. Hoje, após algumas intervenções que estabilizaram a sua inclinação em 3,99 graus, a visita à Torre foi novamente liberada. Foi aqui na Torre de Pisa, que Galileu Galilei realizou experiências para determinar a velocidade de queda dos objetos. Os turistas adoram tirar fotos em frente à Torre de Pisa, fingindo que estão sustentando ou empurrando o monumento. Faz parte dos “micos” de viagens.

Nos arredores do Campo dos Milagres, existem várias esculturas que compõem o cenário da praça, dentre elas a imagem da “Loba alimentando Rômulo e Remo”, que representa a famosa lenda de fundação da cidade de Roma. A região nos arredores de Pisa, na Toscana, concentra hoje a força econômica da região.

Quando ir?

Pisa possui clima temperado mediterrâneo, podendo ser visitada em qualquer época do ano. O verão pode esquentar, mas não tanto quanto em Roma, pois Pisa recebe brisas litorâneas. O tempo fica mais agradável na primavera e no outono.

Como chegar?

Ícone

VOOS

Não existem voos diretos do Brasil, mas algumas companhias aéreas que voam para as grandes cidades europeias, oferecem conexões para Pisa, sobretudo a partir de Roma. Para quem já está na Itália, a opção de trem é simples e eficaz, existem trens a partir de Roma ou Milão. Viajar de carro pelos campos da Toscana é uma excelente alternativa, que combina perfeitamente com uma visita a Pisa. Não é necessário visto nem certificado de vacinas para quem vai à Itália, mas o passaporte precisa ter validade mínima de seis meses da data de retorno da viagem. Na checagem da imigração, às vezes é necessário apresentar passagem de volta, comprovante de recursos financeiros e seguro de saúde. Saiba mais sobre os voos.

Dicas

  • Como circular: as principais atrações de Pisa ficam nos entornos da Praça do Duomo e essa visita precisa ser feita a pé, dessa forma, pode-se desfrutar melhor a arquitetura da cidade e as atrações principais. Se estiver dirigindo, preste muita atenção à sinalização e nunca estacione em local proibido, os italianos são muito rigorosos na fiscalização do trânsito e na aplicação de multas.
  • Museu: na antiga casa paroquial da Catedral, existe o Museu dell’Opera del Duomo, com um acervo formado por objetos retirados desse complexo arquitetônico. O maravilhoso Batistério circular em estilo românico é também do século XII.
  • Camposanto: na Praça do Duomo, fica o Camposanto, um cemitério do século XIII com arcadas de mármore que completa o conjunto arquitetônico da principal praça de Pisa. Foi bastante danificado pelos bombardeios da Segunda Guerra.

O centro de Pisa é um dos locais mais ideais para hospedagem, pois você pode conhecer as principais atrações turísticas sem precisar de locomover muito. Contudo, a área é agitada e, aos finais de semana, comporta universitários, que ficam na região bebendo e conversando. Aos que gostam de locais mais tranquilos, a dica é se hospedar próximo à estação de trem S. Rossore, região calma e cercada de hotéis.

Ícone

Hotéis em Pisa

Reserve seu Hotel
Mapa

Lugares para visitar

Outros destinos

Estocolmo
Málaga
Veneza
Detroit

Compartilhe essa página com os amigos: