Melhores Destinos: Málaga, arquitetura andaluzia

Málaga, a capital da Costa do Sol

A região da Andaluzia fica na ponta sul da Espanha e traduz a essência do país. Toureiros, praias, cultura flamenca, arquitetura árabe e “pueblos blancos” marcam essa região. As principais atrações estão no triângulo formado por Sevilha, Córdoba e Granada.

Cidade de Málaga

Na borda do Mediterrâneo, a região é conhecida como Costa do Sol, fica entre Gibraltar e Málaga, com quase 200 km de litoral. Ela possui 300 dias ensolarados por ano e faz jus ao nome. Tem uma excelente infraestrutura para veraneio, com grandes condomínios residenciais e resorts, campos de golfe e marinas. Atendem aos turistas de toda a Europa, que fogem dos seus recantos para aproveitar a alegria e o clima mediterrâneo da região.

Málaga é uma cidade portuária e cosmopolita. Um dos principais polos turísticos e segunda maior cidade da Andaluzia, com aproximadamente 600 mil habitantes. A cidade é alegre e jovem. Existe um ar universitário pelas ruas.

Vista da cidade de Málaga

A terra natal de Pablo Picasso: foi uma área ocupada pelos mouros nos séculos XIV e XV quando se tornou um dos mais importantes centros mercantis do Mediterrâneo. Possui uma série de monumentos com arquitetura árabe como herança dessa época. História, tradição, cultura, lazer, sol e mar fazem parte do cardápio de Málaga.

Parte da cidade é cercada por uma grande muralha construída pelos árabes que ocuparam a Península Ibérica no passado. Apesar de estar no litoral, a cidade tem uma topografia acidentada. A muralha fica no alto da colina que cerca e protege a cidade. A Fortaleza de Alcazaba é uma fortificação do século VIII que abriga um importante museu arqueológico. Lá do alto se tem uma vista maravilhosa da cidade e do porto.

O Castelo de Gibralfaro é de origem muçulmana, um edifício do século XIV, construído por Yusef I de Granada e que teve o papel histórico de ser o palco final da conquista de Málaga, pelos Reis Católicos em 1487.

Escultura da cidade de Málaga

A Catedral de Málaga é apelidada de “La Manquita” (A Manca), por possuir apenas uma torre. Representa uma série de estilos arquitetônicos diferentes.

Entre os vários museus de Málaga, destacam-se o dedicado à Pablo Picasso, filho da cidade. O Museu conta a história do artista espanhol, mas o acervo é limitado, as principais obras de Picasso estão em outros museus espalhados pelo mundo, sobretudo em Madri e Paris. O Museu Pompidou possui um acervo de arte moderna, num prédio contemporâneo, de arquitetura arrojada e que é uma extensão do de Paris.

Quando ir?

Málaga possui clima Temperado Mediterrâneo, podendo ser visitada em qualquer época do ano. O verão pode esquentar bastante, chega a ficar desagradável para caminhar pelas ruas, além de ser o período de alta estação do turismo, pois os europeus procuram as praias da Costa do Sol. O ideal é fugir do verão e do inverno. O tempo fica mais agradável na primavera e no outono.

Como chegar?

Ícone

VOOS

As companhias aéreas que voam para as grandes cidades europeias a partir do Brasil têm conexões para Málaga, sobretudo a partir de Madri. Málaga é o principal portão de entrada da Costa do Sol. Para quem já está na Espanha a opção de trem é simples e rápida, existem trens a partir de Madri, Barcelona, Sevilha e Valência, dentre outras. Não é necessário visto nem de certificado de vacinas para quem vai à Espanha, mas o passaporte precisa ter validade mínima de seis meses da data de retorno da viagem. Na checagem da imigração, às vezes é necessário apresentar passagem de volta, comprovante de recursos financeiros e seguro de saúde. Saiba mais sobre os voos.

Dicas

  • Como circular: no centro da cidade, o ideal é andar a pé desfrutando da arquitetura e das atrações principais. Se precisar usar o transporte público, o metrô é uma boa alternativa, pois atravessa a cidade e circula por grandes distâncias. O transporte público se completa com um excelente sistema de ônibus urbanos fáceis de usar.
  • Centrinho histórico de Málaga: o local é uma das áreas mais charmosas da cidade. Caminhar por lá é uma delícia. A cidade possui mais de três mil anos de história, testemunhados por essa área em que é possível encontrar vestígios da presença dos fenícios, gregos e romanos. Muitos restaurantes, bares, uma vida noturna agitada e uma arquitetura colorida encantadora.
  • Mercadão de Málaga: boa opção para passear, degustar tapas com vinho ou cerveja. Pode ser também uma boa alternativa para um almoço típico na cidade. Bons restaurantes de peixes e marisco em geral. Málaga é famosa pela excelente gastronomia.

A melhor região para se hospedar em Málaga é no centro da cidade. Por lá, estão as atrações turísticas, restaurantes e lojas. Como ponto de referência, a dica é hospedar próximo ao Forte Alcazaba, principal atração da cidade, à Rua Larios, famosa por sua beleza e lojas, e ao Soho (Barrio de Las Artes), uma região cultural.

Ícone

Hotéis em Málaga

Reserve seu Hotel
Mapa

Lugares para visitar

Outros destinos

Joanesburgo
Lisboa
Nova Delhi
Mykonos

Compartilhe essa página com os amigos: