Entre o mar e as montanhas

A Noruega é um país de litoral extenso, espremido entre o mar e a cadeia de montanhas dos Alpes Escandinavos, na divisa com a Suécia. Uma boa parte do país fica além do Círculo Polar Ártico, onde acontece o fenômeno dos dias eternos no verão, quando o sol não se põe por vários dias seguidos. No inverno ao contrário, durante as noites eternas, o sol não aparece por meses inteiros.

Oslo é a mais antiga das capitais escandinavas. Possui 500 mil habitantes e fica na parte final do Fiorde de Oslo, com 150 quilômetros de extensão.

O Parque das Esculturas Vigeland é o lugar mais visitado. As esculturas formam um magnífico conjunto dedicado ao amor, ao conflito e ao lazer. A história da vida do homem e dos seus relacionamentos, desde o nascimento até a morte. Fica no meio de uma imensa área verde, com uma área de 320 mil metros quadrados. É um local para atividades ao ar livre. O obelisco central de granito possui 17 metros de altura e 121 figuras entrelaçadas, que formam um emaranhado de corpos representando também as diversas fases da vida. A ponte central possui 58 esculturas de homens, mulheres e crianças, sobre as suas muretas laterais. O destaque fica para a escultura do bebê zangado, “Little Hot-Head – Pequeno cabeça quente”.

A Península dos Museus é onde estão localizados os principais museus de Oslo. O do Barco Fram retrata as aventuras do navegador norueguês Roald Amundsen, o primeiro homem a chegar ao Polo Sul. No Museu, está exposto o barco Fram, projetado em 1892, com o qual Amundesen chegou à Antártida e de lá partiu para conquistar o Polo sul em 1911.

No Museu dos Barcos Vikings existem três barcos, do século IX, que foram resgatados no fundo do Fiorde de Oslo, em bom estado de conservação.

O Museu das Tradições da Noruega é a céu aberto e mostra a vida rural na Noruega, inspirado no Skasen de Estocolmo, porém, sem a grandiosidade do inspirador. Uma das atrações é uma Igreja de Madeira, de 1.200, muito bem preservada. Algumas vilas inteiras foram transferidas do interior para o museu.

A Casa de Ópera de Oslo fica em frente ao fiorde. Possui uma arquitetura arrojada e moderna. A inclinação da estrutura permite uma interação do edifício com a população. No alto da estrutura, se tem uma bela vista de Oslo.

Quando ir

A Noruega possui um clima que varia do temperado oceânico ao sub-polar. Oslo fica no Sul e as temperaturas são mais amenas, mas a alta latitude e a proximidade com o Círculo Polar Ártico fazem com que sejam baixas no inverno. A melhor época para viajar para Oslo é no verão, de junho a setembro. Nesses meses, as temperaturas são quentes durante o dia, com noites agradáveis. Os dias são longos e o turista aproveita melhor o tempo. A cidade fica mais alegre e animada nessa época do ano.

Como chegar

VOOS

As companhias aéreas que voam do Brasil para as grandes cidades europeias têm conexão direta para Oslo. Como muitos turistas que vão a Oslo fazem um circuito que inclui outros destinos na Escandinávia, é possível ir de trem ou de carro a partir de Estocolmo e de barco a partir de Copenhague. Não precisa de visto nem certificado de vacinas para quem vai a Oslo, mas o passaporte precisa ter validade mínima de seis meses da data de retorno da viagem. Na checagem da imigração, às vezes é necessário apresentar passagem de volta, comprovante de recursos financeiros e seguro de saúde.

Hotéis em Oslo

Em Oslo, se hospedar no centro da cidade é uma ótima opção. Por lá, existem ruas exclusivas para pedestres. Na beira do porto, houve uma profunda transformação urbana nos últimos anos. As novas áreas são planejadas e integram prédios residenciais e comerciais. Todo o bairro possui uma excelente estrutura arquitetônica, com teatros, galerias de arte, museus, restaurantes e uma vida agitada.

Dicas de viagem

Como circular:

Oslo é uma cidade pequena e as principais atrações estão concentradas no centro e podem ser alcançadas a pé. Essa, sem dúvida, é a melhor forma de conhecer a cidade. O uso do táxi é apenas para lugares mais distante, como o Parque Vigeland e a Península dos Museus.

Trampolim Holmenkollen:

é o mais antigo trampolim de saltos do Mundo. Foi inaugurado em 1892 e, de lá para cá, já sofreu várias transformações para melhorar as condições de salto, ampliar a capacidade de público e modernizar a sua estrutura.

Prefeitura de Oslo:

visite o belo prédio de tijolos marrom escuro, que se ergue imponente na cidade. É lá que acontece a cerimônia de entrega do Prêmio Nobel da Paz.

Outros destinos

  • Berlim

A programação é intensa em todas as épocas do ano. Não à toa, a cidade – segunda mais populosa da Europa (cerca de 3,5 milhões de habitantes) – é uma das mais procuradas do continente.
  • Praga

Caminhar pela charmosa capital da República Tcheca, um dos destinos mais visitados da Europa (só em 2016, recebeu cerca de 7 milhões de turistas) é como estudar história ao vivo.
  • Viena

O passado da Áustria está ligado ao Império Austro-Húngaro. Os palácios e monumentos arquitetônicos do país são testemunhas da força e poder do Império dos Habsburgo.
  • Frankfurt

Frankfurt am Main fica no estado de Hessen, no centro da Alemanha e da Europa.

Compartilhe essa página com os amigos: