Europa brasileira

Gramado e Canela são cidades “irmãs” e foram colonizadas por Alemães e Italianos. A influência das duas comunidades é visível na arquitetura, culinária e nos costumes de uma maneira geral. O pórtico de entrada de Gramado já recebe os visitantes com um charme especial.

Em Gramado, o Lago Negro é um dos maiores símbolos e cartão postal da cidade. Uma área importante de lazer, cercado por pinheiros trazidos da Floresta Negra da Alemanha e por um grande conjunto de hortênsias. Os pedalinhos fazem a festa no meio do lago.

Duas das maiores atrações do complexo Gramado/Canela somente podem ser apreciadas no início do verão, de novembro a janeiro. A floração das hortênsias e o Natal Luz. O Natal Luz acontece todas as semanas, de novembro até meados de janeiro. A cidade se especializou em criar conteúdos turísticos eficientes e que ajudam a transformá-la em um dos maiores destinos nacionais. Nessa época, o local fica totalmente decorado e iluminado. O natal combina com Gramado, tudo parece cenário para os shows da noite.

O Nativitaten é um show de luzes, fogos de artifício e música que acontece nas margens do Lago Joaquina Rita Bier. O Grande Desfile é o espetáculo mais procurado. É um cortejo de carros alegóricos com temas específicos do natal. Acontece na Expogramado, em um ambiente fechado e protegido das chuvas.

Gramado e Canela estão interligadas por uma estrada de 8 km que possui uma excelente infraestrutura de transporte público. O caminho é ocupado por um comércio intenso, onde destacam-se as lojas de chocolate, móveis e uma sequência de museus interativos. O Hollywood Dream Car possui vários carros antigos, clássicos, muito bem expostos e conservados. O Harley Motor Show é um museu de motos Harley-Davidson, considerado o maior da América Latina.

A Casa a Vapor é um centro de visitações onde é possível conhecer maquetes sobre funcionamento da máquina a vapor para as mais diversas funções. Canela completa Gramado. O seu forte é o ecoturismo, em função das trilhas e dos Parques Estaduais, como o Caracol e a Ferradura. É mais funcional, tem mais cara de cidade e menos de presépio que a sua “irmã gêmea”.

O Parque Estadual do Caracol tem uma boa infraestrutura. O sucesso fica para a Cachoeira do Caracol, que cai de 110m de altura e em determinados períodos do ano possui um grande volume de água.

O Castelinho Caracol é um dos pontos imperdíveis da estrada. Foi uma das primeiras residências do município de Canela, construída no início do século XX, toda em madeira. Foi transformado em museu, onde cada cômodo mostra como era a vida no início do século na região.

Quando ir

Gramado e Canela podem ser visitadas em qualquer época do ano, pois possuem atrativos turísticos diferentes para cada estação. No inverno, as regiões atraem pelo frio e a perspectiva de que haja neve, o que nem sempre ocorre. O ponto alto, porém, fica para o verão, sobretudo entre novembro e janeiro, quando acontece a floração das hortênsias e a comemoração do Natal Luz – época em que as cidades estão decoradas e iluminadas.

Como chegar

VOOS

A forma mais fácil para chegar a Gramado é a partir do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, que está conectado às principais capitais brasileiras. De Porto Alegre a Gramado são 115 km, que devem ser percorridos de carro, ônibus ou com um transfer fornecido por agências de viagens.

Hotéis em Gramado e Canela

Em Gramado e em Canela, quem não está de carro deve priorizar a hospedagem na região central, pois é onde concentra-se o comércio local. Na comparação das duas cidades, Canela conta com hotéis mais em conta por ser menos badalada.

Dicas de viagem

Como circular:

algumas das atrações que envolvem o complexo Gramado e Canela ficam fora da cidade e, portanto, precisam ser alcançadas de carro. O ideal é alugar um veículo e seguir o roteiro programado. Outra opção é contratar os passeios da região com as agências de viagens locais. Os serviços turísticos são excelentes. Existem muitos carros particulares com guias que fazem esses passeios.

Vale dos Vinhedos, em Gramado:

um dos bons programas para quem vai a Gramado é descer a serra até o Vale dos Vinhedos. Esse caminho é um dos melhores para observar o espetáculo das hortênsias, que, no verão, aparecem bastante floridas e exuberantes na beira das estradas. As flores se abrem em dezembro e permanecem belas até fevereiro.

Garibaldi e Bento Gonçalves:

no Vale dos Vinhedos, chega-se a Garibaldi e Bento Gonçalves. Essa área foi de colonização italiana. Os parreirais dominam a paisagem. O turismo dos vinhos é forte na região e inclui visitas guiadas às vinícolas e minicursos para estimular o conhecimento sobre vinhos, além de lojas para a venda dos produtos.

Outros destinos

  • Porto Alegre

Às margens do rio Guaíba, a capital do Rio Grande do Sul, fundada em 1772, vai muito além das tradições gaúchas.
  • Curitiba

Curitiba é a típica cidade grande, com atrativos culturais, belos parques e áreas verdes, gastronomia dos mais variados estilos e uma estrutura que nenhum outro lugar tem.
  • Florianópolis

Apesar da cidade começar no continente, é atravessando a ponte que você percebe que chegou em Florianópolis.
  • São Paulo

Paulo é uma cidade que não para. Por isso, é perfeita para qualquer viajante.

Compartilhe essa página com os amigos: