Melhores Destinos Smiles: Desfrute Genebra

Genebra, uma cidade imperdível

Genebra aparece tímida entre outros destinos europeus, mas é convidativa de formas muito singulares. Considerada a terceira cidade com a melhor qualidade de vida no mundo, é atraente tanto por sua presença global quanto por suas tradições. Sede de órgãos internacionais como Cruz Vermelha, Unesco e vários braços da ONU, Genebra se orgulha de uma história pacífica que pode ser revisitada em seus vários museus. Ao mesmo tempo, sua presença tradicional nos mercados de relógios, canetas, chocolates e queijos a torna um interessante destino de compras, sempre renovado. Tudo isso adocicado pelos melhores fondues do mundo.

Comer

Café du Soleil: Vá ao Café du Soleil pelo fondue, feito apenas com o saboroso queijo Gruyère. O clima tradicional e aconchegante é garantido pelo atendimento atencioso. Ao terminar, lembre-se de pedir a religieuse, hábito local de reaquecer e raspar o queijo do fundo da panela.

kytaly: Parte do movimentado Boulevard Georges-Favon, o KYtaly oferece opções saborosas de massas e pizzas feitas com ingredientes frescos, além de uma extensa seleção de vinhos italianos exibidos nas prateleiras do bar. Às quartas, música e drinks dão um clima de festa ao restaurante.

Café du Centre: Em meio aos vários restaurantes da Place du Molard, próximo à Rue du Rhône e ao antigo porto de Genebra, o tradicional Café du Centre tem um cardápio variado, com diversas opções de frutos do mar, com destaque para as ostras. No verão, as mesas são postas ao ar livre.

Café du Marche: Imagine um bistrô francês antigo: esse é o Café du Marche, localizado na praça central do bairro Carouge. O cardápio tem a cozinha francesa como base, mas usa elementos de outros países: destaque para o cordeiro com tempero marroquino. Uma boa ideia é perguntar sobre o prato do dia.

Comprar

Rue du Rhône: Rua com uma enorme variedade de lojas de luxo, principalmente grifes de roupas, como a Prada, relojoarias como a Omega, joalherias como a Chopard e chocolaterias como a Teuscher. Vale visitar a Timothy Oulton, loja de móveis e objetos de decoração feitos à mão com uma aura de antiquário.

Brachard: Aberta 24 horas por dia, a papelaria tradicional tem uma seção dedicada a produtos da Caran d'Ache, marca genebrina que é referência mundial em canetas de luxo e materiais de arte. Localizada próxima ao Lago Genebra, é uma visita inspiradora, além de bom lugar para comprar presentes.

Sweetzerland: Alternativa às grandes marcas de chocolate espalhadas pela cidade toda, a Sweetzerland é elegante e minimalista. Os chocolates orgânicos, feitos com pura manteiga de cacau e sem conservantes, são vendidos por quilo. Dentre os sabores mais pedidos, estão os de chá de bergamota e gengibre.

Franz Carl Weber: Próxima à Cidade Velha, a loja de brinquedos de três andares foi pensada para ser o paraíso das crianças. Conta com uma variedade imensa de brinquedos dedicados a todas as idades – de uma rica seção de livros musicais para os pequenos a drones para os mais velhos. Os pais também certamente vão se divertir.

Sair

La Verre à Monique: Com decoração art déco inspirada nos anos 20, o La Verre à Monique é um bar com drinks elaborados, separados em categorias como cítricos, amadeirados, amanteigados e apimentados. O Smokey Bear é um dos mais pedidos: feito de conhaque com infusão de trufas negras, absinto suíço, morango, laranja e musgos de carvalho.

Brasserie Des Halles De L'île: O ambiente descontraído do Halles de L'Île, que atrai muitos frequentadores locais no happy hour, se explica pela localização: uma ilha no meio do rio Ródano (Rhône, em francês). O cardápio exibe opções de hambúrgueres, massas e pratos com carnes e legumes.

La Gravière: La Gravière é um live club: misto de casa de shows, balada e centro cultural, com foco em música independente, seja estrangeira ou local. É dividida em dois ambientes: um fechado (com palco), e outro aberto (com bar). A programação é eclética, mas tem uma queda pela música eletrônica.

Le Barbershop: Com decoração que lembra a de bares americanos, o Le Barbershop conta com um menu de hambúrgueres e outros pratos que variam diariamente. O ambiente informal e pequeno faz com que os clientes tomem a calçada conforme o bar lota, o que está longe de ser um problema.

A palavra de quem conhece

“Em minhas passagens pela bela Genebra, visitei alguns lugares memoráveis. A começar pelo restaurante que fica em cima da loja Manor. Tem uma variedade incrível de pratos self-service de grande qualidade e preço acessível, além de um ambiente ótimo para todas as idades. Outra dica é o Coutume Café, que é o melhor café da cidade. Aprecie o cheesecake e você ficará deslumbrado: é um pedaço do paraíso em Genebra. Não deixe de admirar a boa arquitetura e o ótimo atendimento. Outro ponto imperdível é a Chapel of The Maccabees, que guarda uma bela capela. Os vitrais e a luminária fazem desta catedral um lugar único na Suíça e no mundo. Fiz uma boa prece sobre minha vida aqui. É um local especial e íntimo para mim, nesta cidade, que tem meu coração.”
Ismael Ivo, paulistano, dançarino e coreógrafo, é diretor do Balé da Cidade de São Paulo.

Quando ir?

Quem pretende conhecer Genebra e não tem o intuito de esquiar (caso esse seja seu desejo, vá à cidade no inverno), pode aproveitar o final da primavera e começo de outono para realizar a viagem. Nessas épocas, geralmente as temperaturas estão mais agradáveis e perfeitas para os passeios.

Como chegar?

Ícone

VOOS

Os voos chegam ao aeroporto internacional de Genebra (GVA), conhecido também como Aeroporto de Cointrin. Além de estar situado a apenas 4 km do centro de Genebra, ele está localizado na fronteira entre Suíça e França – portanto, pode ser acessado por ambos os países. Saiba mais sobre os voos.

Dicas

  • Vieille Ville: o ar de museu da Vieille Ville, ou Cidade Velha, supera exemplos como o Museu Internacional da Reforma e a Casa Rousseau de Literatura: está nas ruas. A maioria dos prédios foi construída nos séculos 16, 17 e 18 e está elegantemente conservada. Além de visitá-los, é possível encontrar bons fondues e presentes interessantes em lojas de antiguidades.
  • M.A.D. Gallery: uma mistura de boutique de relógios e museu, a M.A.D. Gallery (o nome vem de “Mechanical Art Devices”, ou aparelhos de arte mecânica) é uma galeria na rua Verdaine que exibe peças curiosas de artistas que trabalham com conceitos mecânicos, como esculturas e objetos que se movem, muitas vezes inspirados em relógios suíços.
  • Musee D'Ethnographie de Geneve: diferente de museus de história e artes, o Museu de Etnografia de Genebra estimula um olhar antropológico sobre os objetos expostos, vindos do mundo todo, mostrando não apenas sua beleza, mas principalmente o que eles dizem sobre os povos que os produziram.
  • Bains des Pâquis: na falta de mar, a cidade tem como alternativa os Bains des Pâquis, uma praia no Lago Genebra que se estende numa espécie de parque aquático, que conta também com banhos turcos, sauna e restaurantes. De quebra, fica próximo ao Jet d’eau, jato d'água que é um dos cartões postais genebrinos.

Les Armures: O hotel Les Armures tem o melhor dos dois mundos: fica na tranquila rua Puits-St-Pierre, mas com 10 minutos de caminhada chega-se à movimentada Rue du Rhône; a decoração é refinada, mas usa elementos rústicos. Tem um estilo moderno, mas foi construído no século 17. Como se não bastasse, ainda tem um fondue apontado como o melhor da Cidade Velha.

La Réserve Genève Hotel & SPA: O La Réserve não poupa esforços para, segundo eles, rejuvenescer seus hóspedes. Além do spa com vista para o Lago Genebra, que oferece tratamentos estéticos e massagens o dia todo, o hotel conta com restaurante, piscina, sauna, banho turco e uma programação infantojuvenil que garante a tranquilidade dos pais. Passeios gratuitos pelo lago ocorrem de março a outubro.

La Cour des Augustins: As cores e a boa localização (próximo de transporte público, museus e da feira do Plaine de Plainpalais) são os trunfos do La Cour des Augustins. Com opções de quartos simples, apartamentos e suítes, é ideal para jovens viajantes e para quem viaja em família.

Grand Hotel Kempinski Geneva: Com quartos confortáveis e a maior piscina coberta de toda Genebra, o Grand Hotel Kempinski é tudo o que se espera de um hotel cinco estrelas. Vale a pena conhecer o bar FloorTwo à noite, seja para participar das festas que acontecem todos os dias ao entardecer, seja para admirar as vistas noturnas do Lago Genebra e dos Alpes franceses.

Ícone

Hotéis em Genebra

Reserve seu Hotel
Mapa

Lugares para visitar

Outros destinos

Bruxelas
Lisboa
Paris
Moscou

Compartilhe essa página com os amigos: