Melhores Destinos Smiles: O Parque Nacional da Chapada Diamantina

Chapada Diamantina

O Parque Nacional da Chapada Diamantina é uma região de serras, vales, rios, cachoeiras, grutas e dezenas de atrações para um turismo de contemplação, com trilhas e amplas possibilidades para aventuras na natureza e outras delícias. Fica no centro da Bahia.

Chapada Diamantina

Chapada DiamantinaA cidade de Lençóis foi o principal centro de mineração de diamantes do país durante o século XIX. O casario colonial da época áurea do garimpo é bastante preservado e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Nos arredores de Lençóis, existem dezenas de atrações. Se quiser aproveitar ao máximo, deve planejar com antecedência quais deseja ver. Todos os programas devem ser acompanhados de um guia local, para evitar acidentes ou desconfortos.

No Ribeirão do Meio, a água poliu os seixos e criou um tobogã natural que cai numa grande piscina de água gelada e revigorante. É uma delícia. Iraquara é a cidade das grutas. A Lapa Doce é uma das mais famosas do município e a terceira maior do Brasil. O salão principal chega a 70m de altura, sendo que existem inúmeras formações típicas como estalactites, estalagmites, colunas e cortinas, além de outras formações exóticas.

Chapada DiamantinaDa Gruta da Pratinha sai um rio subterrâneo com águas cristalinas e de grande visibilidade. No Vale do Capão, a paisagem cercada pela Serra do Sincorá é impactante. Foi essa paisagem mágica que atraiu comunidades alternativas, a partir da década de 70, em busca de um maior contato com a natureza e fugindo do estilo de vida das grandes cidades. É do Capão que parte a trilha para a Cachoeira da Fumaça, que sobe rapidamente por uma trajetória íngreme e difícil. São 350m de subida até chegar a um platô que se estende por mais 6 km. De tão alta, ela evapora no ar, cai, mas não chega embaixo.

O Poço Encantado é uma das principais atrações da Chapada Diamantina, daquelas coisas mágicas que a natureza constrói. Fica no Município de Itaetê. Dentro da gruta, a água possui uma cor azul intensa e uma transparência única e tão grande, que o fundo é visível com facilidade. Mucugê rivaliza com Lençóis, é pequenina e foi um dos centros da mineração do diamante. É um dos pontos de partida dos turistas que visitam a Chapada.

A Cachoeira do Buracão é a principal atração da região de Ibicoara. Quando se chega à parte alta da Cachoeira, na borda do precipício, dá para entender a magia do lugar. A natureza lá foi perfeita e caprichosa. A trilha desce pela borda do Buracão com uma paisagem de ficção cinematográfica. Na base, a aventura continua. São 200m até aparecer a imagem mágica. Um imenso buraco cavado pela água, com 50m de diâmetro. Ao fundo despenca a cachoeira com 85m de altura. A água é gelada, mas não dá para chegar por lá, não nadar até a base da cachoeira e ficar por algum tempo tomando banho naquela ducha maravilhosa, com a sensação de que “o melhor lugar do mundo é aqui e agora”.

Quando ir?

A Chapada Diamantina possui clima tropical semiárido. Pode ser visitada em qualquer época do ano. O verão é mais quente e, no inverno, as temperaturas são mais agradáveis. A temporada de chuvas vai de novembro a março, quando os rios e cachoeiras estão mais cheios e, por isso, é preciso ter mais cuidado nas trilhas.

Como chegar?

Ícone

VOOS

A cidade de Lençóis é a única cidade da região que possui aeroporto. Existem apenas dois voos semanais de Salvador para Lençóis, saem às quintas e aos domingos e fazem o percurso em uma hora. A outra opção é ir de carro ou de ônibus. São 420 km a partir de Salvador, pela BR 242 que segue em direção ao oeste da Bahia. A estrada é razoável e de mão dupla, precisa ser percorrida com cautela. Saiba mais sobre os voos.

Dicas

  • Como circular: a Chapada Diamantina precisa ser percorrida de carro e a pé. As distâncias são longas até as principais atrações, onde os carros ficam estacionados e as trilhas se iniciam. O ideal é escolher um ou dois locais de hospedagem e fazer os passeios a partir daí. Alugue um carro, contrate um guia e siga adiante. Tudo isso poderá ser feito também com a ajuda de uma agência de viagens.
  • Rio Mucugezinho: o rio fica na beira da estrada que segue para o oeste da Bahia. Existem por lá uma série de quedas d’água e uma boa opção de banho. No Poço do Diabo, há uma bela cachoeira que cai em um lago profundo e largo.
  • Morro do Pai Inácio: do alto do Morro do Pai Inácio se tem uma vista estonteante dos vales ao redor e da Serra do Sincorá, com destaque para o Morro do Camelo e para os Morros Três Irmãos. O pôr do sol no Morro do Pai Inácio é imperdível.

Entre as bases de hospedagem, a cidade de Lençóis possui boa infraestrutura, com diversos hotéis, pousadas e restaurantes. Outras cidades-base para sua viagem à Chapada Diamantina podem ser o Vale do Capão, Mucugê e Igatu.

Ícone

Hotéis em Chapada Diamantina

Reserve seu Hotel
Mapa

Lugares para visitar

Outros destinos

Fortaleza
Recife
João Pessoa
Salvador

Compartilhe essa página com os amigos: