No meio do caminho entre Salvador e Maceió, Aracaju em nada deve às vizinhas quando o assunto são praias paradisíacas e piscinas naturais. Na verdade, a capital do Sergipe, que nasceu em 1855 às margens do rio que leva o nome do Estado, tem até um charme a mais: embora seja a décima cidade mais populosa do Nordeste, com 641 mil habitantes, e acumule opções noturnas e gastronômicas que vão além do regional, por lá ainda predomina uma tranquilidade que, inevitavelmente, nos remete ao clima de interior. Pode ser pela arquitetura, antiga em algumas áreas, ou por pontos emblemáticos, como a Paróquia Santo Antônio, no marco zero de Aracaju.

Comer

Duna Beach: Quando a fome bater entre um mergulho e outro na Praia do Mosqueiro, vá ao badalado e pé na areia Duna Beach. Comandado por italianos, o espaço mistura a gastronomia local (há várias opções de peixes frescos) com pratos típicos da Itália. Depois, deite em uma das redes e curta o visual do mar enquanto faz a digestão.

Blend Burguer: O Blend Burguer é a parada ideal para quando bater aquela vontade de comer um bom hambúrguer. Um dos sucessos da casa, que também conta com opções para vegetarianos, é o bem servido The French One. São 170 gramas de carne, queijo brie, geleia caseira e creme de Dijon no pão de brioche.

Pescatore: Comandado pelo chef Elismar, o sofisticado Pescatore, especializado em frutos do mar, é bastante frequentado por locais. Há quem diga, inclusive, que é o melhor restaurante da cidade. No menu, há desde ceviches, ostras frescas, à caçarola de mexilhões. A carta de vinhos também é elaborada.

Mangará: A cultura nordestina está em todas as partes no restaurante Mangará, da decoração ao cardápio. A estrela da casa é a gastronomia da região, e o melhor: com um toque caseiro. Venha para comer pratos como buchada de bode, carne de sol e macaxeira com manteiga de garrafa.

Comprar

Mercado Municipal Antônio Franco: Especialidades da gastronomia sergipana e artesanato local. Tudo isso você encontra no Mercado Municipal Antônio Franco, passeio interessante para conhecer os costumes da região. Na lateral, que dá acesso ao Mercado Thales Ferraz, está a Passarela das Flores, corredor que, como o nome indica, funciona como floricultura.

Shopping Riomar: Considerado o melhor shopping de Aracaju, o Riomar fica em uma área nobre da cidade e possui boa variedade de lojas de roupas, calçados e acessórios. Lá, você encontra marcas conhecidas como Animale, Osklen e Arezzo.

Coisas Nossas: O empório Coisas Nossas é parada obrigatória para comprar ingredientes e quitutes locais a um preço favorável. Destaque para os licores artesanais, castanhas e geleias de mangaba, a fruta símbolo do estado. Outro ponto positivo é que eles embalam os produtos para levar no avião.

Beto Pezão Atelier: Em suas esculturas de barro, o artista Beto Pezão, um dos principais artistas do Estado, retrata as características do povo sertanejo de Sergipe. As peças são vendidas na maioria dos mercados regionais, mas só em seu ateliê você o conhece pessoalmente e ainda consegue vê-lo trabalhando.

Sair

Cariri: Na Cariri, o som que comanda é o da zabumba e do triângulo. Uma das casas de forró mais tradicionais de Aracaju, o espaço recebe locais e turistas que querem aprender a dançar o estilo musical e comer petiscos nordestinos. O agito segue pela madrugada na movimentada Passarela do Caranguejo.

Patrón: O pequeno e aconchegante Patrón é a pedida ideal para tomar cerveja e curtir um som – em geral, a trilha vai de rock a blues. Inspirado nos pubs irlandeses, a casa oferece boas opções da bebida e hambúrgueres bem servidos.

Calles Bar De Tapas: As cervejas são a especialidade do animado Calles Bar de Tapas, localizado na orla de Atalaia. A casa conta com mais de 80 rótulos, entre opções nacionais e internacionais. Não deixe de provar, também, os chopes artesanais. Se der fome, vá de polvo à galega com batatas. A porção serve duas pessoas.

Che Music Bar: A proposta do Che Music Bar, misto de balada com casa de shows, é fazer todo mundo dançar. No espaço, que fica na região da Farolândia, rolam desde festas animadas por DJs a apresentações de bandas de rock, reggae e samba. Vale a pena ficar de olho na página para saber a programação.

A palavra de quem conhece

“Concordo com Caetano Veloso quando diz, em sua música Aracaju, que a cidade é um atalho para chegar ao Brasil. Temos muita cultura e natureza. Gosto da tranquilidade daqui. Às segundas-feiras, quando as praias estão vazias e o silêncio predomina, costumo ir à orla de Atalaia e aproveitar a puríssima brisa.”
Joubert Moraes, artista plástico de Aracaju

Quando ir?

Quem deseja conhecer as tradicionais festas de Aracaju, deve se programar para ir à cidade em junho, quando acontece o Forró Caju, evento que reúne um milhão de pessoas todo ano, e em janeiro. No começo do ano, a região recebe o Précaju, o carnaval antecipado de Sergipe.

Como chegar?

Ícone

voo

Os voos chegam ao aeroporto internacional de Aracaju Santa Maria (AJU), localizado a 12 km do centro histórico da cidade. Saiba mais sobre os voos.

Dicas

  • Museu da Gente Sergipana: o moderno Museu da Gente Sergipana conta, de forma interativa, a história e cultura do Estado. Entre os destaques, estão o túnel com projeção em 360º que apresenta a diversidade da fauna e flora da região, e a instalação virtual de um feirante típico das feiras de Sergipe que responde perguntas dos visitantes.
  • Praia do Saco: a paradisíaca Praia do Saco, a apenas 65 quilômetros do centro de Aracaju, vale a visita por vários motivos: é rodeada por dunas, as águas são calmas e há piscinas naturais que se formam quando a maré está baixa. Ainda dá para fazer o passeio de barco que leva à Mangue Seco, na Bahia, onde foi gravada a novela Tieta (1989), baseada na obra de Jorge Amado.
  • Parque da Sementeira: a natureza abundante é o charme do Parque da Sementeira, na zona sul da cidade. Boa pedida para caminhar, pedalar pela ciclovia ou fazer piquenique em família cercado pelos vários tipos de árvores que há no local. Se der sorte, ainda pode encontrar aves como pica-pau, arara pequenina, joão-de-barro e rolinha-do-pará.
  • Orla Pôr do Sol: às margens do Rio Vaza Barris, onde é possível praticar stand up paddle e fazer passeios de catamarã que levam à Croá do Goré, a Orla Pôr do Sol não leva esse nome à toa: o visual no final de tarde é incrível. O calçadão também é gostoso para fazer caminhadas. Venha com a câmera ou celular carregados para tirar belas fotos.

Radisson Hotel: Localizado em frente à orla de Atalaia, a região mais badalada da cidade, o Radisson mantém o conforto já conhecido da rede. Possui quartos espaçosos, academia e uma ampla piscina.

Prodigy Beach Resort & Conventions: Ótimo para curtir em família, o Prodigy Beach Resort fica em frente ao mar da Praia da Barra dos Coqueiros e conta com várias opções de lazer. A começar pela enorme piscina com bar molhado, outra menor para os pequenos, quadras de tênis e vôlei de praia. Se ainda assim precisar recarregar as energias, o spa do hotel está logo ali.

Aruanã Eco Praia Hotel: A 30 minutos do centro da cidade, próximo das praias de Aruanã e Mosqueiro, o Aruanã Eco Praia tem decoração sustentável, inspirada no artesanato local, e possui três categorias de apartamentos. Na mais luxuosa, tem ofurô.

Celi Hotel: A vista para o mar da Praia de Atalaia e o restaurante especializado em gastronomia sergipana são alguns dos destaques do aconchegante Celi Hotel. Os hóspedes ainda têm acesso à academia e à piscina com serviço de bar.

Ícone

Hotéis em Aracaju

Reserve seu hotel
Mapa

Lugares para visitar

Outros destinos

João Pessoa
Florianópolis
Fortaleza
Salvador

Compartilhe esta página com os amigos: