• Paraísos da natureza que brilham no Brasil

     
     
 
Seus olhos vão brilhar com os encantos da flora e fauna brasileiras.
Nós amamos conhecer o mundo e culturas diferentes, mas não podemos esquecer que dentro do Brasil existem lugares deslumbrantes. Nosso país possui uma rica biodiversidade com praias, florestas, dunas, cachoeiras, rios e fauna e flora riquíssimas.

Fizemos uma lista com seis lugares que possuem uma natureza de tirar o fôlego. Não deixe de aproveitar as maravilhas naturais que existem em nosso país.

FLORIANÓPOLIS – SANTA CATARINA

Conhecida como a Ilha da Magia, a capital de Santa Catarina é uma grande ilhota com praias incríveis e paisagens de tirar o fôlego. É o combo ideal para tirar férias: uma cidade recheada de praias para quem gosta de sossego e muita badalação noturna para quem é mais festeiro.

Com infraestrutura de cidade grande e sensação de tranquilidade, Florianópolis possui 42 praias lindíssimas, incluindo a mais famosa de todas: Jurerê Internacional.

As mais conhecidas por lá são: Praia Mole, Praia da Joaquina, Praia Brava, Praia da Galheta, Praia do Santinho, Praia do Campeche e a Lagoinha. O mais legal é que cada uma possui sua característica e perfil para diferentes tipos de pessoas.

Além das praias encantadoras, a cidade também apresenta suas dunas, lagoas, trilhas e restaurantes deliciosos. Não deixe de conhecer o Mercado Público, caminhar pela Avenida Beira-Mar Norte, visitar o Mirante do Morro da Cruz, conhecer o Projeto Tamar, as dunas da Joaquina e passear de barco até a Costa da Lagoa.

Durante o verão, Florianópolis é muito cheio. O mês mais recomendado é Maio, que possui dias ensolarados, noites frescas, praias vazias e é livre de trânsito. De junho a agosto é frio, você não irá aproveitar muito. Já de setembro a novembro o tempo volta a esquentar um pouco, mas o tempo é bastante imprevisível e com chuva nessa época.

O Aeroporto Internacional de Florianópolis Hercílio Luz, localizado na região sul da ilha, fica a aproximadamente 12 km do centro da cidade.

 

JERICOACOARA - CEARÁ

Se você está em busca de um clima tranquilo e rústico, de redes nas lagoas, águas cristalinas e passeios de buggy por dunas, não deixe de conhecer Jericoacoara, no Ceará, um dos destinos mais encantadores do Brasil.

O município está entre as dez praias mais bonitas do mundo, conhecido por seus pontos turísticos e atrações principais.

Não deixe de conhecer a Duna do Pôr do Sol, realizar um passeio de quadriciclo e de buggy até Tatajuba, conhecer a Lagoa do Paraíso, Lagoa Azul, Pedra Furada, Árvore da Preguiça, a Praia do Preá e o restaurante mais famoso da região: Alchymist Beach Club.

Para chegar em Jericoacoara é preciso pagar a Taxa de Turismo Sustentável. O valor é de R$ 5 por dia de permanência. Depois que você realiza o pagamento, recebe um formulário que precisa ser apresentado na entrada do local onde você estiver hospedado e na saída também.

De janeiro a junho faz muito sol por lá, mas também é uma época de muita chuva. A partir de agosto as chuvas diminuem, mas é um período muito procurado por estrangeiros por conta das férias europeias, então os preços ficam um pouco mais salgados.

O aeroporto mais próximo é o Regional de Jericoacoara – Comandante Ariston Pessoa, que fica a aproximadamente 32 km de Jeri e 12 km de Jijoca.

 

FOZ DO IGUAÇÚ - PARANÁ

Com uma população de 250 mil habitantes, Foz do Iguaçu atrai pessoas do mundo todo. Por lá você vai encontrar muitos turistas, incluindo os estrangeiros. A cidade de Foz chama atenção pela sua beleza única, a harmonia de culturas, crenças, costumes e tradições. É conhecida por todos pelas Cataratas do Iguaçu e pela Itaipu Binacional.

Fazendo fronteira com o Paraguai e a Argentina, juntos oferecem um conjunto de atrações e curiosidades que desperta o interesse de muita gente. Suas cachoeiras são a maior atração. Por lá você pode fazer trilhas nas cataratas e caminhar pelas passarelas construídas ao longo das cachoeiras. Com 275 quedas d’água, chegando a medir 90 metros de altura, as Cataratas do Iguaçu apresentam um espetáculo de águas e biodiversidade.

A cidade está localizada na região Sul e apesar disso costuma ter verões intensos, ótimo para quem gosta de praticar os esportes radicais que as cachoeiras oferecem. Os invernos são bem rigorosos em julho e agosto, com muitas opções de festivais de buffet de sopas, fondues e cafés. Então é muito pessoal a escolha da melhor época para visitar a cidade. Tudo depende da sua estação preferida.

Além das cataratas, vá ao Marco das Três Fronteiras de Foz, visite o Vale dos Dinossauros, o Museu de Cera Dreamland, a Mesquita Omar Ibn Al-Khatab, o Templo Budista, o Parque das Aves, conheça as instalações da Itaipu Binacional e faça um passeio no Macuco Safari.

Existe uma grande quantidade de voos domésticos para a cidade com destino ao Aeroporto de Foz do Iguaçu, o que torna fácil o acesso.

 

FERNANDO DE NORONHA - PERNAMBUCO

Quer conhecer a melhor praia do mundo? Vá para Fernando de Noronha, em Pernambuco. O arquipélago possui o mais belo conjunto de praias do Brasil e por lá você encontra paisagens surreais, tartarugas gigantes e golfinhos.

Mesmo sendo pequena, com apenas 17 quilômetros quadrados, a ilha proporciona momentos inesquecíveis. Não deixe de fazer as caminhadas de bike, surf, passeios de barco, de buggy e o mergulho de cilindro. Você também pode mergulhar com tartarugas marinhas, navegar ao lado de golfinhos e observar o pôr do sol nas praias do Cachorro, do Meio ou do Mirante do Boldró. Além disso, você não pode deixar de visitar a Baía do Sancho, dos Porcos e a Praia do Leão.

Cada lugar mais lindo que o outro!

Os produtos disponíveis na ilha vêm do continente, o que encarece os serviços, então é necessário se programar para conhecer Fernando de Noronha. A maioria das pousadas possui o preço alto e a culinária também.

Fora isso, existe a taxa de permanência e a taxa ambiental: paga-se uma vez um ingresso de R$ 106 pelo acesso, durante 10 dias, para as praias do Parque Nacional Marinho + a taxa de preservação ambiental por dia de permanência: um dia custa por volta de R$ 71 e sete dias saem por volta de R$ 450, tudo isso por pessoa.

Apesar das chuvas serem mais frequentes entre março e agosto, ir para Noronha nessa época fica um pouco mais em conta, os preços não são tão altos nessa época quanto na alta temporada.

O acesso ao arquipélago é normalmente feito por avião, a partir das cidades de Natal ou Recife, que levam aproximadamente 1h20 até a ilha.

 

AMAZONAS - MANAUS

Conhecida por ser o maior bioma do mundo, a Amazônia possui várias portas de entrada que proporcionam experiências incríveis com a natureza. Considerada uma das Setes Novas Maravilhas da Natureza, a floresta abriga o mais rico ecossistema do mundo.

O segundo rio mais extenso do planeta Terra é o Rio Amazonas. Marcado pelo fenômeno da Pororoca, que consiste na formação de ondas vindas do encontro das águas do rio com o Oceano Atlântico, o evento natural acontece, principalmente, em outubro. Além disso, o encontro do Rio Negro com o Rio Solimões proporciona uma linda imagem da natureza, porque possuem águas com cores diferentes.

É possível desbravar as belezas naturais dessa região em uma viagem através do Rio Amazonas pelos cruzeiros, que incluem, normalmente, hospedagem, alimentação, excursões e guias. Um dos mais conhecidos é o Iberostar Grand Amazon.

De dezembro até maio, a região Norte é bem chuvosa e por isso os barcos podem percorrer trajetos maiores e os deslocamentos são mais fáceis. Já no período da seca, que vai de julho a novembro, é ideal para aproveitar as praias fluviais.

O Aeroporto Internacional de Manaus – AM Eduardo Gomes é o mais próximo para a chegada.

 

BONITO – MATO GROSSO DO SUL

Eleito o melhor destino de turismo do mundo em premiação internacional, o paraíso das águas cristalinas está localizado no Mato Grosso do Sul, em Bonito. Aproximadamente a 300 km da capital Campo Grande, no coração do Brasil, o município é um exemplo no quesito sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Para quem gosta de apreciar rios de águas azuis, cachoeiras e paisagens de tirar o fôlego, esse é o destino ideal.¿

Escolha passar suas férias por lá e não deixe de conhecer o cartão postal de Bonito: a famosa Gruta do Lago Azul. Faça o passeio de bote pelo Rio Formoso, mergulhe no Rio da Prata, vá ao Buraco das Araras, faça rapel no Abismo Anhumas, passeie até a Estância Mimosa – fazenda típica sul-mato-grossense – e caminhe até a cachoeira Boca da Onça.¿

A estrutura nas atividades é excelente, mas alguns locais são de difícil acesso para pessoas com dificuldade de locomoção, então atente-se a isso.¿

Os passeios do destino são ao ar livre e na cidade costuma chover bastante. Portanto, antes de ir é importante dar uma olhada na previsão do tempo. A melhor época costuma ser entre agosto e setembro, pois chove pouco.¿

Apesar de ter um aeroporto em Bonito, os voos mais baratos são para a capital Campo Grande, que fica a quase 300 quilômetros. Uma opção é alugar um carro e dirigir o trajeto e aproveitar para ter mais flexibilidade quanto aos passeios.¿