• Circuito do vinho pelo mundo

     
     
 
BONS VINHOS, EXCELENTES MEMÓRIAS
Já ouviu falar de turismo enólogo? Mesmo quem tem o primeiro contato com o termo consegue imaginar imediatamente do que se trata: as duas paixões, vinho e viagem, reunidas em um mesmo roteiro. E, se o motivo da viagem for apreciar um bom vinho, algumas cidades são paradas obrigatórias.

PORTO - PORTUGAL

Segunda maior cidade portuguesa, Porto fica na foz do Rio do Ouro e possui um patrimônio arquitetônico excepcional.

O que visitar

O centro histórico, com suas casas típicas e monumentos de granito, é Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1996. A Catedral da Sé, erguida no século 12, o Paço Episcopal, com famosa sua escadaria de granito, são paradas obrigatórias. O passeio de bonde pelas margens do rio também vale a pena.

Que vinho apreciar

O famoso vinho do Porto, claro! É um tipo único, por ser feito só com uvas da região, que possui o clima ideal para essa qualidade da fruta. Além disso, possui um processo de fabricação diferenciado, com a fermentação incompleta, que produz um vinho naturalmente fortificado. Procure por algum wine bar, que geralmente têm garrafas e taças de todos os preços, além de deliciosas iguarias da culinária típica de Portugal.

 

STELLENBOSCH - ÁFRICA DO SUL

Stellenbosch é a segunda cidade mais antiga da África do Sul, atrás apenas da Cidade do Cabo. É uma das mais belas cidades do país e conhecida por ter os melhores vinhos da África do Sul. A cidade vizinha é Franschhoek, que significa ”canto francês”. Antigamente, a cidade abrigava muitos franceses, uma das possíveis razões de o vinho fabricado por ali ser um dos melhores do mundo.

O que visitar

As grandes atrações da região são mesmo as mais de 150 vinícolas locais. A maioria delas também é hotel e restaurante. Então, a dica é escolher um como base e fazer degustações em algumas das outras. Não deixe de conhecer as inúmeras galerias de arte e as lindas paisagens.

Que vinho apreciar

A especialidade local são os vinhos brancos como chenin e sauvignon blanc. Mas os tintos também são de alta qualidade.

 

BORDEAUX - FRANÇA

A França é o país do vinho. Logo, a região de Bordeaux, com o melhor produto do país, pode ser considerada a capital mundial do vinho. Por lá há mais de 60 marcas de origem controlada e cerca de 8.500 produtores.

O que visitar

Programe-se para passear de carro pelas cidades da região, admirando paisagens e castelos e, principalmente, fazendo longas pausas para provar, além dos vinhos, muitos dos saborosos queijos franceses.

Que vinho apreciar

Os vinhos do pequeno vilarejo de Saint-Émilion, a 40 km de Bordeaux, são tidos como os melhores da França. A cidade é muito pequena, portanto, um dia é suficiente para conhecer tudo e apreciar as bebidas.

 

NIAGARA-ON-THE-LAKE - CANADÁ

Cidadezinha muito charmosa localizada a 130 km de Toronto, Niagara-on-the-Lake, na região das Cataratas do Niágara vale a visita também pelas vinícolas. Como curiosidade, foi escolhida para a produção de vinhos por estar na na mesma latitude de Bordeaux.

O que visitar

São mais de mais de 76 vinícolas da região, onde a produção de vinho começou nas décadas de 60 e 70. Uma das pioneiras é a Inniskillin, considerada uma das incentivadoras da transformação da região num polo produtor de vinhos.

Que vinho apreciar

Saboreie o ice wine, um tradicional vinho de sobremesa do Canadá. De sabor doce, a versão feita em Niagara-on-the-Lake é produzida com uvas congeladas, colhidas de madrugada antes de derreterem, e armazenado por três dias a pelo menos 8o C negativos.

 

MARLBOROUGH - NOVA ZELÂNDIA

Além das beleza naturais, a Nova Zelândia é conhecida pelos pelos excelentes vinhos produzidos. A qualidade alcançada nos últimos anos rendeu destaque mundial ao país, especialmente pelo fato de não existir outra região vinícola que produza vinhos num território tão ao sul. Hoje, o país exporta cerca de 60 milhões de litros de vinho por ano, e 80% dos vinhos do país vêm da região de Marlborough, no nordeste da ilha.

O que visitar

A região tem mais de 10 mil hectares de vinhedos, além de restaurantes sofisticados para acompanhar os vinhos com iguarias, que vão de frutos do mar a comida europeia, passando por receitas asiáticas. Tudo isso em um cenário de vistas incríveis para o mar e as colinas da região.

Que vinho apreciar

A especialidade de Marlborough é o sauvignon blanc, vinho branco muito apreciado por amantes de vinho do mundo inteiro. Prove também os vinhos de pinot noir, a sensação do momento no local, que se adaptou bem ao clima frio do país.

 

LA RIOJA - ESPANHA

Desde que os romanos introduziram a produção de vinhos na Península Ibérica, La Rioja é uma referência certa em matéria de tintos encorpados, especialidade da região, cujo soloe. Clima favorece esse tipo de vinho.

O que visitar

Uma experiência completa pede a hospedagem na pequena e charmosa cidade de Elciego, no hotel Marqués de Riscal, que leva o nome de um dos principais produtores da região e tem até um spa com vinhoterapia. E a apenas duas horas de Elciego está San Sebastián, a cidade com mais estrelas Michelin do mundo. O lugar perfeito para combinar um bom vinho espanhol com os restaurantes mais estrelados do mundo.

Que vinho apreciar

Os visitantes podem provar os vinhos de alta qualidade divididos entre crianza, reserva e gran reserva, dependendo do tempo de envelhecimento.

 

TOSCANA - ITÁLIA

Se existe um rival a altura da França, em termos de produção de vinho, é a Itália. E os melhores vinhos italianos vêm da Toscana. Cenário de muito filmes românticos, é uma das regiões mais bonitas que existem, com castelos, vilas medievais, vinhedos e, claro, pela gastronomia. O enoturismo é uma potência econômica local.

O que visitar

Cidades turísticas não faltam: Pisa, Livorno, Lucca e Arezzo, além de pequenas cidades, como Montalcino e Montepulciano. Conheça diferentes vinícolas, das familiares aos grandes grupos, e tenha a certeza de que verá belas paisagens e terá uma excelente experiência gastronômica.

Que vinho apreciar

O chanti, especialidade da Toscana, é um dos vinhos tintos com melhor reputação mundial. Não à toa o caminho de Florença a Siena tornou-se um clássico, justamente por ser a rota do chianti.

 

VALLE DEL MAIPO - CHILE

O Valle del Maipo, próximo a Santiago, tem o charme de suas casinhas sobre as montanhas, os cumes nevados e a beleza do Rio Maipo. Mas não são as belas paisagens que mais atraem os turistas: é a região vinícola é a mais antiga do Chile.

O que visitar

Pela proximidade com Santiago, dá para fazer o bate e volta ou mesmo ir em excursões. Entretanto, o mais recomendado para quem quer fazer o roteiro do vinho é ficar pelo menos dois dias e duas noites na região, para fazer duas vinícolas por dia. A melhor época para ir é no verão, que acontece na mesma época que no Brasil. Por lá você verá extensas vinícolas, todas com folhas, montanhas e céu azul. Paisagens belíssimas para fotografar e admirar.

Que vinho apreciar

Alguns de seus cabernet sauvignon e merlot estão entre os melhores do mundo. E alguns de seus vinhos brancos, como chardonnay e sauvignon blanc, também são muito reputados.