• 6 ilhas no mundo que surpreendem

     
     
 
Cenários dignos de cinema em ilhas espalhadas pelo globo.
Quando nos deparamos com algumas fotos de certos lugares naturais até parecem montagem de tão perfeito que é. Mas acredite, são reais e existem belíssimas ilhas que irão te surpreender: são praias encantadoras com águas cristalinas e paisagens exóticas.

Confira nossa lista com seis ilhas ao redor do mundo que vão te deixar boquiaberto com tamanha beleza natural.

FRASER ISLAND - AUSTRÁLIA

Patrimônio Mundial da Unesco, localizada na Austrália, Fraser Island é a maior ilha de areia do mundo, com 122 km de comprimento. Por lá, você encontra trechos de uma floresta tropical alta crescendo na areia e lagos de água doce no interior das dunas. A ilha recebe por volta de 500 mil turistas todos os anos e isso só vem crescendo. Seu solo é coberto por areia fofa e, por isso, o único jeito de conhecer a ilha é a pé ou em um 4x4.

Não deixe de colocar no seu roteiro o lago McKenzie, o Wabby e a trilha feita pela floresta na estação Central Station. Para quem está viajando com crianças, o parque aquático WetSide Water Park é uma boa opção. Suba no topo de uma pedra em Indian Head e aprecie o mar e a vista lá de cima. Conheça a Champagne Pools, uma piscina natural em meio ao mar. E um dos pontos mais famosos da ilha: o Maheno Shipwreck – navio de luxo que está encalhado em Fraser Island desde 1935. Não se esqueça de reservar uma noite para apreciar o céu, é incrível.

As estações da ilha são as mesmas do Brasil por ficar no hemisfério sul, então o Verão por lá também acontece entre dezembro e fevereiro, mas também chove bastante nessa época. A partir de abril, no outono, as chuvas diminuem e as temperaturas ainda estão altas para curtir as praias, então é uma boa época para se aventurar em Fraser Island.

Do aeroporto Hervey Bay Airport para chegar até a ilha, a melhor maneira é de balsa. Elas partem de Hervey Bay ou de Rainbow Beach.

 

BALI - INDONÉSIA

Com incríveis paisagens naturais, cultura rica, gastronomia variada e um povo acolhedor, Bali está localizada na extremidade ocidental e é conhecida como a Ilha dos Deuses. Todos que já visitaram o arquipélago se encantam pelos seus campos de arroz, vulcões, templos religiosos e suas florestas tropicais.

Quem pretende viajar para o destino não pode deixar de conhecer os templos de Uluwatu, de Tanah Lot e participar do ritual de purificação em Tirta Empul.

Bali é uma ilha grande e com muito trânsito, então organize-se para aproveitar o melhor de cada região da ilha. Ubud é a capital cultural, cheia de templos, perfeito para quem está em busca da Bali mais espiritualizada. Por lá é possível fazer aulas de ioga e ir admirar os terraços de arroz de Tegalalang e assistir a famosa dança balinesa.

Seminyak é movimentada, com baladas e muitas lojas. Então, se você não gosta de agito, melhor fugir para a praia de Uluwatu, belíssima, cheia de surfistas e de restaurantes saudáveis.

No fim da tarde você não pode perder o pôr do sol. Existem muitos lugares para apreciar o espetáculo, como o Templo de Uluwatu, Berawa Beach e Batu Belig Beach.

Por lá o hinduísmo não é só a religião oficial da região, mas sim um estilo de vida, a cada esquina você encontra um templo com pessoas entregando oferendas para os deuses hindus.

E prepare-se para o calor intenso. A ilha costuma ser quente durante todo o ano e entre os meses de dezembro e março chove consideravelmente. A alta temporada acontece quando os países do hemisfério norte entram de férias, durante os meses de julho e agosto.

Bali tem um aeroporto internacional que atende várias companhias aéreas. Os voos que partem do Brasil são longos e duram, pelo menos, 24 horas. Você pode realizar o pouso no Ngurah Rai International Airport. A duração e o cansaço da viagem valem a pena pelas belezas do lugar.

 

Jeju Island - Coréia do Sul

Jeju é a menor região da Coreia do Sul e a maior ilha do país. De origem vulcânica, Jeju está localizada no ponto mais alto do país: na Hallasan, montanha que chega a 1.950 metros acima do nível do mar e possui um vulcão adormecido há, mais ou menos, 800 anos. A ilha é um dos lugares preferidos dos coreanos nas férias e feriados, e não é pra menos: as belezas naturais do local surpreendem qualquer um e atrai muitos turistas e recém-casados.

Não deixe de conhecer as 21 praias da ilha, suas cachoeiras, seus campos de golfe e campos floridos. Por lá você encontra os melhores chás-verdes e muita tangerina. Além disso, existe um lugar que faz Jeju ser um lugar ímpar: o Jeju Loveland é um parque temático sexual, com 140 esculturas eróticas e várias instalações interativas.

Outro ponto positivo que surpreende é que em Jeju tudo é muito organizado, grande, limpo e com ótimas sinalizações.

Existem muitas opções do que fazer por lá, tanto para quem quer se divertir ou apenas relaxar. Você pode fazer hiking pelas montanhas, ver o nascer ou o pôr do sol nas praias que possuem paisagens magníficas, andar de cavalo ou curtir o lugar andando pelas ruas.

Não deixe de conhecer os Tubos de Lava, o Geomun Oreum, a cachoeira Jeongbang, a Lagoa de Deus, a praia Geumneung Eutteumwon e, se você gosta de pelúcia e desenho, visite o Teddy Bear Museum.

Por lá o clima é ameno, mesmo no Verão a temperatura não passa dos 28°C. Durante os meses de junho a agosto a umidade causa chuvas constantes e o inverno chega a 0°C. A melhor época é entre março e maio, para não pegar o lugar cheio por conta das férias escolares.

O aeroporto mais próximo da ilha é o Aeroporto Internacional de Jeju.

 

ISLÂNDIA

Conhecido como o país da terra do fogo e do gelo, a Islândia é a segunda maior ilha europeia. Com paisagens que irão te surpreender, a ilha vulcânica tem uma população pequena e muito feliz.

Por lá são paradas obrigatórias: Blue Lagoon – spa com piscina ao ar livre com águas aquecidas, a cascata Gullfoss, o Parque Nacional de Thingvellir e o Parque Nacional de Ásbyrgi, as cachoeiras Seljalandsfoss, Gljúfrabúi e Skógafoss. Além disso, visite um túnel de lava, uma caverna de gelo e entre em uma cratera de vulcão.

Não deixe de reservar uma noite para apreciar um fenômeno espetacular e único: a aurora boreal. Elas acontecem durante todo o ano, mas a melhor época que ela pode ser vista com facilidade é no inverno, entre novembro e janeiro.

No verão, entre maio e o início de setembro você consegue circular toda a ilha e conhecer tudo que ela disponibiliza, exceto os túneis de gelo. A alta temporada por lá acontece entre junho e agosto, onde os dias são mais longos e a maioria das atrações permanece aberta. Mas também é período de férias dos irlandeses, e com isso a Islândia que já é um país custoso, fica ainda mais caro.

O principal aeroporto do país é o Internacional de Keflavík, que fica há 40 minutos de carro da capital, Reykjvík.

 

MALDIVAS - ÁSIA MERIDIONAL

Se você gosta de praias com areias claras, mar quente, águas cristalinas e céu ensolarado o dia todo, o cenário de Maldivas é perfeito para você. Quem curte esportes náuticos, como surf, windsurf e mergulho, não pode deixar de conhecer a ilha. O arquipélago possui mais de 1.190 ilhas divididas em 26 atóis no Oceano Índico. É impossível não se surpreender com o destino.

Quem escolhe conhecer esse lugar incrível não pode deixar de assistir ao pôr do sol, que é um dos momentos mais mágicos do dia, mergulhar e encontrar paisagens subaquáticas surreais, uma fauna marinha encantadora com muitos peixes e corais coloridos. Uma das experiências mais inesquecíveis é mergulhar com tubarões-baleias e jantar no restaurante Conrad Maldives, uma espécie de aquário gigante que fica a 5 metros abaixo do mar.

Por lá é verão o ano todo! De janeiro a janeiro a temperatura varia entre 26 °C e 30 °C pela proximidade da linha do Equador. De dezembro a março são considerados os melhores meses para aproveitar a ilha, porque é a época mais seca. Já entre maio e outubro é um período mais chuvoso.

Uma curiosidade é que com terras baixas, Maldivas corre o risco de desaparecer por conta da elevação dos oceanos causada pelo aquecimento global.

Para chegar até a ilha, você pode pousar no Aeroporto Internacional Ibrahim Nasir, em Malé, capital de Maldivas.

Mesmo assim, é um dos passeios mais recomendados.

 

Seychelles - África Oriental:

Com uma boa estrutura, diversas atividades, gastronomia de dar água na boca e paisagens de cair o queixo, Seychelles é um dos destinos que surpreendem e precisa estar na sua lista. Constituído por 115 ilhas com praias encantadoras, é um dos cinco países africanos com alta qualidade de vida.

Quem visita o país não pode deixar de conhecer as três ilhas principais: Mahé, Praslin e La Digue. Fora isso, não deixe de escalar nas pedras de Seychelles, nadar ao lado de um tubarão-baleia, praticar snorkelling, passar um dia em Anse Source D’Argent, visitar a praia Anse Lazio – eleita a mais bonita do mundo –, conhecer o Parque Nacional Vallée de Mai, ver de pertinho uma plantação de baunilha e experimentar a culinária creole.

O arquipélago é residência de dois patrimônios da humanidade pela Unesco: a Reserva Natural de Vallé de Mai e o Atol de Aldabra.

Por lá o clima é quente o ano inteiro, variando entre 24 °C e 32 °C, então qualquer época o destino é ótimo para aproveitar as praias, por isso aposte em roupas leves e de banho. Entre maio e agosto, período das férias escolares, o número de turistas aumenta e isso pode dar uma diferença nos preços. Se você quer economizar, vá entre dezembro e março, pois nessa época fica mais vazio e os preços caem. Fora isso, é a melhor época para praticar mergulho.

O Aeroporto Internacional de Seychelles fica na ilha principal do país e a capital, Mahé, que é porta de entrada de todos os voos internacionais. E para se locomover entre as ilhas existem transfers de barco.