Paraíso do mergulho

O Arquipélago de Fernando de Noronha fica distante da costa brasileira, a 545 km de Recife e pertence ao estado de Pernambuco. Possui um conjunto de 21 ilhas, ilhotas e rochedos. A maior parte do conjunto de ilhas pertence a um Parque Nacional e é considerado Patrimônio Natural da Humanidade, o que ajuda nas políticas de preservação da fauna e flora local.

As águas do mar de Noronha são quentes e alimentadas por uma corrente marinha que vem da costa da África, o que facilita e estimula os esportes aquáticos como o surfe e os vários tipos de mergulho. O mergulho com cilindro é um dos melhores do Brasil e pode ser feito com boa visibilidade em até 50 metros de profundidade. Existem algumas empresas de mergulho que oferecem serviços de qualidade para iniciantes e profissionais. A vida marinha é intensa e variada, com a presença de peixes de recifes de corais, tartarugas, tubarões, golfinhos, etc.

Noronha é um paraíso e encontra-se bastante preservado. Possui um turismo controlado e para poucas pessoas. A dificuldade de acesso e de abastecimento de produtos, o rigor no controle e na preservação ambiental e um turismo exclusivo para poucos, faz com que Noronha seja um destino caro.

Um dos lugares mais controlados de Noronha é a Praia de Atalaia. Uma pequena baía de águas rasas sobre corais que possui acesso restrito. É necessário estar acompanhando de um guia e fazer reserva com antecedência, pois apenas pequenos grupos podem mergulhar de snorkel em Atalaia, geralmente na maré baixa e podendo ficar por, no máximo, 30 minutos observando uma grande variedade de peixes coloridos e outras espécies. Dentre as recomendações do mergulho em Atalaia está a proibição do uso de protetor solar e a observação para não ficar de pé sobre os corais, pois podem ser danificados.

A Praia do Sancho já foi eleita e é considerada a mais bonita do Brasil. O acesso é difícil, pois é necessário descer uma falésia íngreme, com escadarias por meio das falhas entre as rochas. Do alto da falésia dá para ver a beleza da praia. A dificuldade de acesso faz com que muitos fiquem contentes com a vista lá do alto, com isso, a praia se mantém mais preservada.

Lá de cima existe uma bela vista da Baía dos Porcos com as duas grandes rochas dos “Dois Irmãos” como elementos principais dessa, que é a foto mais famosa de Noronha. A Baía dos Porcos também é de uma beleza sem igual. A água é esverdeada, possui piscinas naturais e a vida marinha é intensa. O acesso também é difícil e pode ser feito através de escadarias.

A Praia do Cachorro, que fica perto da Vila dos Remédios, é a mais visitada para quem fica hospedado no centro. A praia é cheia de pedras e possui uma pequena infraestrutura.

Quando ir

Fernando de Noronha está muito próxima da Linha do Equador, o que garante sol o ano inteiro. As estações se diferenciam pelos períodos de maior e menor índice de chuvas. Chove mais de março a julho e menos de agosto a fevereiro. Janeiro e fevereiro são os melhores meses para quem pretende surfar na ilha. Setembro e outubro os melhores para quem quer mergulhar, mas Noronha é bom o ano inteiro para qualquer um.

Como chegar

VOOS

O Arquipélago de Fernando de Noronha fica distante da costa brasileira. A maneira mais fácil de chegar ao destino é por via aérea, com voos que saem de Recife e Natal, portanto, de qualquer outra cidade brasileira é necessário fazer uma conexão em uma dessas duas. Como existe um controle sobre o número de visitantes no arquipélago, o número de voos é reduzido.

Hotéis em Fernando de Noronha

A Vila dos Remédios é a capital do distrito e onde fica o centrinho de Fernando de Noronha com várias opções de hospedagem.

Dicas de viagem

Como circular?

Apesar da ilha ser pequena, as distâncias são relativamente grandes para circular a pé e aproveitar todas as atrações de Noronha. O ideal é alugar um carro e para entrar no clima da ilha, pode escolher um buggy. As caminhadas ficam para as trilhas. Algumas delas levam às praias mais especiais. O turista também pode usar os táxis, que não são baratos, mas nada em Noronha é.

Praia Cacimba do Padre:

Várias são as praias apropriadas para o surfe. A Cacimba do Padre é a mais importante, pois possui grandes ondas com formação de tubos quase o ano inteiro.

Mirante do Bodró:

Um dos pontos mais concorridos de Fernando de Noronha, onde é possível assistir ao pôr do sol mais famoso da ilha, com os “Dois Irmãos” ao fundo.

Outros destinos

  • Aracaju

No meio do caminho entre Salvador e Maceió, Aracaju em nada deve às vizinhas quando o assunto são praias paradisíacas e piscinas naturais.
  • Caldas Novas

Caldas Novas é uma espécie de oásis no sul de Goiás. A 167 quilômetros de Goiânia.
  • Florianópolis

Apesar da cidade começar no continente, é atravessando a ponte que você percebe que chegou em Florianópolis.
  • Fortaleza

Fortaleza tem de tudo para você curtir cada momento: a vibração da cidade, a beleza das praias que só encontramos no nordeste.

Compartilhe essa página com os amigos: